sexta-feira, 18 de junho de 2010

Pizo Lizo - Entrevista e destaque


Em destaque, hoje, no museu, os Pizo Lizo, que gravaram um único e saudoso single. O som da banda, nas próprias palavras da banda, era "Metal consolidado no balanço do Rock (sem ferrugem)".

Ver destaque e entrevista aos Pizo Lizo aqui no museu.

6 comentários:

RAA disse...

Fique a saber, meu caro, que eu e um colega, em reportagem para o jornal do liceu, fomos à Edisom, quando nos puseram a ouvir as fitas do futuro single dos Pizo Lizo, se bem me lembro, banda de Vila Franca de Xira. E sucede que fomos nós a escolher o lado A do seu primeiro single... ("Nuclear, não", dizia o refrão).
Um abraço.

sfu disse...

era interessante se ainda existisse essa reportagem

Museu do Boom disse...

Boas, Ricardo.

É um prazer tê-lo por aqui.

Há-de ver se tem mesmo essa reportagem e depois falamos.

Um abraço.

ALC

sfu disse...

Se é discutivel a inclusão dos dois discos discos dos Sheiks ainda é mais o single que está em 1979/80. A razão deste comentário até tem a ver com algumas incorrecções que encontrei. O single dos Jafumega deve ser de 1981. (tive a ver as capas no underrreview e é engraçado como nesta altura havia muitos singles com capas alusivas aos dois lados do disco; muito mais interessante do que por vezes repetir a imagem dos dois lados como acontece em muitos singles). Como li em qualquer lado o single dos Pizo Lizo também é de 1981. Dos BVB já vi 1980 mas também vi 1982. Fica aqui a dúvida...

- disse...

Caro RAA
Desde já mt obrigada por ter ouvido as nossas fitas e já agora e só por curiosidade gostaria que me elucida-se em relação aos temas que na altura ouviu, quantos eram os temas e se estávem em Português ou inglês.
E qual era o Liceu e o nome do jornal?...temos tantos recortes que seria giro publicar-mos no nosso blogue o nome do jornal.
Abraço

Museu do Boom disse...

Caro Sfu.

Antes de mais, obviamente que tudo é discutível. Mas já expliquei a minha opção para o site, aqui no blog e também nos textos que lá estão, no museu.

Há mais nomes que podem ser ‘discutíveis’ para muitos, desde logo Green Windows, Mário Mata, Né Ladeiras, Minneman, etc. Mas a opção foi registar a música moderna nas suas variantes, do rock pesado pesado ao nostálgico, do pop à música electrónica, do rock-folk ao blues, etc, editada entre 1979-1985. Neste particular, há até quem não considere a música do Veloso, ‘rock’. À parte estes exageros de opinião, a opção que fiz foi generalista e tendo em atenção os meus discos desse período.

Portanto, foi uma opção minha, sendo ela discutível, como é óbvio.

Os dados que lá estão são todos dos discos que tenho; as fotografias, também. Como explico no ‘site’, não há lá nenhum disco em exposição que não tenha; aliás, como creio estar lá (ou ter estado) também, começou por uma brincadeira ao fazer uma listagem dos mesmos...

Mas não deixa de ser engraçado referir-se sempre que houve rock em Portugal antes do ‘boom’ – e é verdade – e depois ser discutível incluir os Sheiks....

Quanto às questões práticas que apresenta:

1. O disco dos Jafumega é de facto de 1981; o disco não está datado e por algum lapso terei colocado 1980; já está feita a correcção;

2. Quanto ao disco dos Pizo Lizo, não tem razão, são os próprios que confirmam a data 1980 no seu blog;

3. Quanto aos BVB, idem, é mesmo de 1980, não há dúvida, pois é um disco feito no centenário dos Bombeiros Voluntários de Barcarena (1880-1980).

O site é feito como deve calcular, no tempo livre que resta de uma vida (actualmente) muito ocupada. E às vezes, dão-se pormenores como o lapso do single dos Jafumega [é uma 'malapata', já tinha acontecido o mesmo com o 1.º álbum da banda]...

Peço-lhe até que me envie mais correcções que encontre por fazer ou até sugestões para o e-mail do museu: museudoboom@gmail.com; torna-se mais fácil a gestão.

Obrigado e disponha sempre.

Um abraço.

ALC